O que é Storytelling?

Publicado: 23/10/2018

Storytelling é o termo usado para contar histórias de forma relevante, com palavras e recursos audiovisuais que chamam a atenção e prendem a audiência de forma persuasiva. Mas o que isso tem a ver com marketing?


Nos dias de hoje isso está sendo adotado por praticamente tudo ao nosso redor, qualquer coisa que olharmos e analisarmos tem uma história por trás, como por exemplo embalagens de comida, propagandas, universo cinematográfico, etc.


E por que esse termo está em abundância nos últimos tempos? Simples, uma história bem contada é capaz de engajar e conectar o público ao seu negócio. Muitos serviços e produtos com características que chamam a atenção acabam perdendo audiência pois não conseguem prender e envolver o público pela falta de algo que desperte sua curiosidade ou simplesmente chame sua atenção.


E qual a diferença entre storytelling e uma abordagem tradicional? O conceito de você poder contar histórias sobre seus produtos e serviços é mais eficiente pelo fato de você engajar o consumidor com a narrativa por trás, ao contrário dos que mostram apenas o seu serviço, sem nenhum recurso que chame a atenção.



Características de uma boa história:


  • Enredo bem feito
  • Tema definido
  • Design chamativo


Existem alguns tipos de storytelling, como por exemplo a jornada do herói, jornada do idiota, herói por acidente, etc. Mas vou me aprofundar um pouco sobre a jornada do herói.


Fonte: USP


A história que eu vou usar para explicar vai ser do filme Homem Aranha.


  • Mundo Comum: Aqui, a rotina do herói é apresentada. É a introdução usual da história. Peter Parker é apresentado como um adolescente comum, muito franzino e tímido que foi criado por seus tios pois perdeu seus pais muito cedo.


  • Chamado à aventura: Algum evento inesperado e fora do comum acontece e quebra a rotina do herói. Em um passeio da escola aos laboratórios da Oscorp, uma aranha radioativa que escapou do confinamento morde Peter dando a ele poderes aracnídeos.


  • Recusa ao chamado: Nesse momento, o herói ou é impedido de se envolver ou escolhe não ouvir o chamado à aventura, preferindo manter sua vida pacata. Com os poderes de aranha, Peter tenta ganhar dinheiro se envolvendo em lutas clandestinas na TV, usando seus poderes para benefício próprio.


  • Encontro com o mentor: Já que houve a recusa ao chamado, surge um mentor ou uma situação que obriga o herói a tomar uma decisão. No caso de Peter, é quando após uma luta na TV, um ladrão rouba o local e ele não faz nada, dizendo que não é da conta dele, porém mais tarde o mesmo ladrão acaba atirando e matando seu tio Ben, fazendo ele mudar seu pensamento sobre todas suas decisões passadas.


  • Cruzamento do limiar: É o momento em que o herói decide entrar em um mundo novo. Decisão que pode ser tomada mesmo contra a vontade do herói. Sentindo remorso, Peter percebe que quando alguém possui algum poder, possui também a obrigação de utiliza-lo responsavelmente. Então decide virar definitivamente Homem Aranha, o amigo da vizinhança.


  • Testes, aliados e inimigos: Esse é o ponto mais longo da narrativa, onde a trama se desenvolve e o herói será testado, receberá ajuda e enfrentará seus inimigos. Depois que tio Ben morre, Peter e sua tia May passam por dificuldades financeiras, então ele arruma um emprego de fotógrafo no jornal para ajudar na renda familiar. Com o passar do tempo, Peter adquire aliados e inimigos, como por exemplo Mary Jane e Duende Verde.


  • Aproximação do objetivo: O herói chega perto de concluir sua missão, mas a tensão fica maior e há suspense a respeito da conclusão. Peter está mais forte e poderoso, buscando lutar contra os maiores criminosos e vilões. seu poder e sua influência já começam a incomodar pessoas como Norman Osborn (chefe industrial da Oscorp).


  • Provação: Aqui se dá o auge da crise, o meio da história se dá quando o herói deve enfrentar seu maior medo, muitas vezes a morte de algum querido (ou até mesmo a dele). Ocorre quando o Duende Verde sequestra a Mary Jane e Peter precisa resgata-la, indo atrás e enfrentando o vilão para salvar a vida do seu grande amor.


  • Conquista da recompensa: O nome já diz tudo. Depois da maior provação da jornada do herói, o personagem conquista sua recompensa. Nesse caso, Peter consegue salvar sua amada e também derrota o vilão.


  • Caminho de volta: Essa parte é geralmente a mais breve da narrativa e, em alguns casos, nem mesmo existe. É quando o herói volta ao seu mundo de origem depois de ter alcançado seu objetivo.


  • Depuração/Ressurreição: Neste ponto o herói pode se deparar com um novo dilema, algo que não foi bem resolvido anteriormente. É uma espécie de trama secundária, que resgata o suspense da narrativa. No caso de Peter são os outros vilões como Venom, Homem Areia, Electro, Lagarto, etc.


  • O retorno transformado: É o fechamento da narrativa, o momento no qual o herói retorna para casa, transformado pelas experiências que viveu e deixa claro que não é mais a mesma pessoa. Após todos esses acontecimentos, Peter acaba conseguindo muita experiência na conciliação entre seu emprego, faculdade, vida amorosa e sua vida como herói. Ficando apenas combatendo pequenos criminosos, sendo o clássico amigo da vizinhança.