O guia essencial do design de apresentações

Publicado: 09/10/2018

No processo do desenvolvimento de apresentações, é preciso pensar em diferentes fatores, que vão desde o roteiro (conteúdo a ser tratado), até o design. Esse último, sem dúvidas, possui uma relevância enorme no processo de criação dos slides, pois é a partir dele que será possível tornar as apresentações mais envolventes, dinâmicas e inclusive, inesquecíveis. 

Porém, desenvolver um design de apresentações envolvente não é uma tarefa simples, e para que isso ocorra é preciso muito mais do que conhecimento estético. Tecnicamente, a criação de um design único para todas as suas apresentações depende de vários fatores, a começar pelo seu conteúdo. 

Para que o design de apresentações seja consistente o suficiente para manter o público engajado depende do quão interessante é a história que deseja contar, além do ritmo que irá contá-la. Ou seja, não adianta apenas ter conhecimento a partir do assunto, pois será preciso saber compartilhá-lo em um formato único.



Você pode ter uma história incrível para compartilhar com as pessoas, mas se a forma como apresenta a mesma para o seu público não for consistente e única, é provável que poucos interpretarão de maneira correta aquilo que tem a dizer.

Neste sentido, é crucial que o processo de desenvolvimento da apresentação te permita refletir sobre o que é importante compartilhar e como deveria abordar o assunto, para que dessa forma a audiência consiga seguir a linha de raciocínio que você acredita ser mais coerente, aumentando seu engajamento.


Para isso, o processo de formação da sua apresentação deve começar com uma seleção dos conteúdos a serem compartilhados, e quanto maior o seu conhecimento sobre o conteúdo, maiores são as chances de transmitir as mensagens naturalmente. Sem isso, com certeza a sua “missão” de realizar uma apresentação memorável tende a falhar.

Como criar um design consistente para a sua Apresentação 

A escolha de um design interessante para a sua apresentação é uma das tarefas mais complexas do processo, mas isso não significa que é impossível ter uma ideia brilhante que o ajude tornar a apresentação interessante ao público. 

Entenda que o design exige consistência entre assunto e estética para que a sua apresentação seja coerente ao público. Por isso vale adotar alguns princípios de design que auxiliam neste processo e, basicamente, trabalham o subconsciente das pessoas, para que dessa forma elas se conectem com toda a apresentação. 

Esses princípios variam entre diferentes fatores, como a harmonia e hierarquia, no entanto, há outros que devem ser considerados. Confira abaixo quais são os princípios que vão ajudá-lo a criar uma apresentação agradável esteticamente. 

Harmonia: se deseja uma apresentação consistente, use designs que sejam harmônicos. A ideia é tornar os elementos gráficos coerentes tanto com a mensagem, como com a estética da empresa. Ou seja, combine as fontes e a paleta de cores, criando uma “unidade” que atribua mais identidade. 

Hierarquia: além de se preocupar com cores e fontes, é crucial incorporar o assunto abordado de forma lógica para o público. Por isso, a ideia é que siga uma hierarquia visual que auxilie o público a se situar. Tenha atenção no posicionamento das frases, cores usadas, tamanho de fontes e outros.

Pontos Focais: Outro passo ideal para encontrar um design coerente para as suas apresentações é saber dar ênfase para informações que tenham maior relevância, pois isso acarreta mais movimento para os slides. Com isso, é preciso atribuir relevância do mais importante dado, até o menor.  

Semelhança e Contraste: Além desses itens acima, também será crucial o uso de elementos que acarretam semelhança e até mesmo contraste. Pode parecer confuso, mas é crucial balancear ambos para evitar confusões e repetições nos slides (desagradando o público).